Projeto Justiça – Direito de Todos será apresentado em Balneário Camboriú e Penha nesta semana
15591
post-template-default,single,single-post,postid-15591,single-format-standard,bridge-core-1.0.6,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode-theme-ver-18.2,qode-theme-bridge,disabled_footer_bottom,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.5,vc_responsive

Projeto Justiça – Direito de Todos será apresentado em Balneário Camboriú e Penha nesta semana

Nesta terça-feira, 03, a juíza da 1ª Vara Criminal de Itajaí,  Sônia Maria Mazzeto Moroso Terres vai estar na Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú, a partir das 18h30. Na ocasião, vai apresentar aos legisladores e aos moradores os objetivos do  Projeto Justiça – Direito de Todos. O movimento popular que busca amparar as vítimas de crimes, já ganhou adesão no litoral catarinense e aos poucos se expande para outras localidades.

Na quinta-feira, 05 de junho,  a palestra será na cidade de Penha. O encontro acontece a partir das 19 horas na Câmara de Vereadores da cidade. E na semana que vem, dia 11, a iniciativa será tema da sessão na Câmara de Vereadores de Joinville, onde a magistrada irá falar sobre a intenção do abaixo-assinado, lançado no último dia 13 de maio. “A criminalidade está aumentando em quantidade e em grau de perversidade. Hoje, o agente criminoso subtrai o objeto de desejo, não se importando com o patrimônio alheio, e mesmo estando em sua posse, provoca a dor na vítima, muitas vezes aterrorizando e matando, sem a menor necessidade. Simplesmente pela maldade em si. Diante desse quadro, as tratativas para o combate ao crime também precisam ser ampliadas: em quantidade e em qualidade. Não está havendo limites para o crime. Então, o projeto Justiça Direito de Todos não pode ter fronteiras”, enfatizou a juíza.

Para o projeto ser transformado em lei, serão necessárias mais de um milhão e meio de assinaturas. A ideia é levar as assinaturas ao Congresso até o mês de setembro.      Quem quiser ser voluntário, deve entrar em contato com o Instituto Estrela de Isabel, pelos telefones: (47) 3349-1887 e (47) 3345-4174. 

 O projeto: 

O objetivo é regulamentar o art. 245 da Constituição Federal, pois o aperfeiçoamento da legislação pátria é fundamental para a implantação da verdadeira justiça social e este projeto de lei de iniciativa popular promoverá a consciência cidadã de nosso povo, dando voz às vítimas que estão invisíveis para o Estado. 

Após o download da Ficha de Apoiamento e a coleta de assinaturas, estas devem ser encaminhadas para a Rua: Reinaldo de Brito, 34, Centro, CEP 88303-080, Itajaí – SC. Contatos: (47) 3349-1887/3345-4174/8837-8250. E-mail: contato@soniamorosoterres.com.br