Projeto Justiça – Direito de Todos será apresentado amanhã, em Ituporanga
15563
post-template-default,single,single-post,postid-15563,single-format-standard,bridge-core-1.0.6,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode-theme-ver-18.2,qode-theme-bridge,disabled_footer_bottom,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.5,vc_responsive

Projeto Justiça – Direito de Todos será apresentado amanhã, em Ituporanga

Neste domingo, dia 18, o projeto Justiça – Direito de Todos será apresentado durante o lançamento do programa “Mulher Viver sem Violência em Santa Catarina”. O evento gratuito será no Parque de Exposições do Cerro Negro, das 9h às 16h, em Ituporanga e terá a participação também de autoridades, a apresentação do coral Louvarte da Comunidade Evangélica de Rio do Sul, a apresentação cultural do município de Trombudo Central e show da banda Família Carvalho. As palestras serão apresentadas pela delegada regional de São José, Sandra Mara Pereira, por Carmen Zanotto, deputada federal e pela juíza titular da 1ª Vara Criminal de Itajaí, Doutora Sônia Maria Mazzetto Moroso Terres. A magistrada de Itajaí vai falar sobre o objetivo de regulamentar o art. 245 da Constituição Federal, que pode possibilitar a reparação de danos materiais e de saúde física e emocional às vítimas (e seus familiares) de crimes dolosos. Mas, para que o projeto chegue até o Congresso Nacional serão necessárias mais de um milhão e meio de assinaturas em todo o país. “A Justiça que buscamos será construída pelas mãos da cidadania”, destacou a juíza. A palestra na cidade de Ituporanga é mais uma oportunidade para que os moradores da região do Alto Vale possam colaborar com a coleta de assinaturas. Hoje, para participar, é necessário baixar a lista no site www.soniamorosoterres.com.br e preencher com dados pessoais e letra legível. Todas as pessoas que apoiam essa iniciativa de abrangência nacional estão convidadas a participar. Os empresários podem aderir ao projeto através do PACTO DE PAZ PELA VÍTIMA e auxiliarem na coleta de assinaturas. Após o preenchimento da lista de apoiamento, os documentos devem ser encaminhados para a sede do Instituto Estrela de Isabel, entidade não governamental, que apoia o projeto. O endereço é: Rua: Reinaldo de Brito, 34, Centro, CEP 88303-080, Itajaí – SC. A Juíza da 1ª Vara Criminal de Itajaí, Sônia Maria Mazzetto Moroso Terres já atua na magistratura há 21 anos e atualmente é madrinha do Instituto Estrela de Isabel, de Itajaí, e é sub coordenadora do CEPEVID – Coordenadoria da Execução Penal e da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, junto ao Núcleo Operacional do Tribunal de Justiça de Santa Catarina. Contatos: (47) 3349-1887/3345-4174/8837-8250. E-mail: contato@soniamorosoterres.com.br